Agite(-se) antes de beber

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Pra refletirmos um pouco mais, em tempos de pacotes, caixinhas e potes.
Faça escolhas saudáveis, por seus filhos e por você.




Entenda mais sobre açúcares

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Muitas pessoas têm dúvidas na hora de escolher um tipo de açúcar, pois não sabem exatamente a diferença entre as diferentes variedades disponíveis do mercado.
Em resumo, além de diferenças no sabor e na cor, quanto mais escuro o açúcar, maior a quantidade de vitaminas e minerais e a proximidade do estado bruto. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no processo de fabricação, havendo perda nutrientes.
Todos os açúcares, com exceção das versões light, contêm a mesma quantidade de calorias, ou seja, cerca de 4kcal por grama (400kcal por 100g).
Para esclarecer o tema mais detalhadamente, segue abaixo uma lista com os tipos de açúcar e suas respectivas características:

Açúcar mascavo: É o açúcar bruto, escuro, úmido e de sabor acentuado. Não passa pelo processo de refinamento, conservando vitaminas e sais minerais.

Açúcar demerara: É um tipo de açúcar cristal que passa por um refinamento leve. É mais escuro por não passar pelo processo de branqueamento, sendo isento de aditivos químicos. Seus grãos tem cor caramelo e são levemente úmidos por conta do elevado teor de melaço que envolve os cristais. De sabor acentuado, apresenta valores nutricionais similares ao do açúcar mascavo e maior concentração de sacarose.

Açúcar cristal: Passa por menos etapas no processo de fabricação e por isso possui cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água. Passa apenas por um refinamento leve, mas perde 90% das vitaminas e sais minerais.

Açúcar orgânico: É o açúcar cristal produzido a partir da cana orgânica, cultivada por meio de técnicas naturais sem uso de fertilizantes químicos. Não recebe ingredientes artificiais em nenhuma etapa do ciclo de produção e é mais grosso e escuro que o açúcar refinado.

Açúcar refinado: Obtido a partir da purificação do açúcar cristal, é mais branco e possui grãos finos e não definidos. Por isso absorve menos umidade, não empedra, tem alta capacidade de dissolução e facilidade de mistura, sendo o tipo mais comum no mercado. No entanto, vitaminas e minerais são perdidos no processo.

Açúcar de confeiteiro: Porção mais fina obtida a partir do açúcar refinado. Permite uma excelente mistura, sendo indicado para fazer glacês e coberturas.

Açúcar light: É uma combinação entre o açúcar refinado e um ou mais tipos de adoçantes, com o poder de adoçar de duas a cinco vezes mais que o açúcar comum. Sendo assim, deve ser utilizado em menor quantidade, com indicação para pessoas com restrição calórica ou para quem se preocupa com a saúde sem querer abrir mão do sabor do açúcar. Não indicado para diabéticos.

Molho de tomate caseiro

segunda-feira, 6 de maio de 2013


Ingredientes:

- 6 tomates maduros (de preferência italiano)
- 1 cebola média picada
- 2 dentes de alho picados
- 2 colheres de sopa de azeite de oliva
- 1 colher de chá rasa de sal
- 1 folha de louro
- Folhas de manjericão fresco a gosto


Modo de preparo:

- Faça cortes em cruz nos tomates e coloque-os na água fervente por alguns minutos. Quando a pele começar a se soltar, transfira os tomates para um recipiente com água gelada para parar o cozimento, retire a pele e reserve
- Em uma panela, refogue a cebola e o alho picados no azeite
- Acrescente os tomates picados e deixe cozinhar por alguns minutos
- Retire do fogo e bata tudo no liquidificador
- Leve ao fogo novamente, acrescente o sal, o louro e o manjericão e deixe cozinhar por 15 a 20 minutos ou até apurar